Cinèse Sáude

Em parceria com

logo itc

Telefone  facebook twitter orkut

LiveZilla Live Help

Artrose da Coluna - O que é, Causas, Sintomas e Tratamento

A artrose é a forma mais comum de reumatismo e uma das doenças mais freqüentes na espécie humana, é um dos principais fatores determinantes de incapacidade física no indivíduo idoso. Em graus variados de intensidade, afeta a maior parte da população depois dos 60 anos. A artrose vertebral é definida como um estado de progressiva deterioração da articulação vertebral, caracterizando por erosão da cartilagem articular e neoformação óssea nas bordas articulares (osteófitos).

É importante ressaltar que a cartilagem corresponde a um tecido esbranquiçado, liso e de consistência elástica, que cobre a superfície dos ossos dentro das articulações. Sua função é absorver o peso e permitir maior mobilidade articular. É exatamente nesta estrutura que ocorre a degeneração que vai evoluir para a artrose.

Essa disfunção resulta da conseqüente destruição progressiva dos tecidos que compõem a articulação,conduzindo à instalação progressiva de dor, deformação e limitação dos movimentos. O estabelecimento da artrose, inicia-se com uma deterioração dessa cartilagem, que perde a sua regularidade e elasticidade, o que diminui a sua eficácia e contribui para a sua destruição adicional com o uso repetido e a carga traumática. Com o tempo, grande parte da cartilagem pode desaparecer completamente. Na ausência de parte ou totalidade da cartilagem, os ossos atritam diretamente entre si, causando crepitação, certo grau de inflamação, dor e limitação de movimentos.

Com a evolução, a articulação pode sofrer deformação visível ou palpável, cuja tradução mais comum são os osteófitos, conhecidos popularmente na coluna, por "bicos de papagaio". Em fase evolutiva bastante avançada, as estruturas de contenção passiva da articulação, como a cápsula articular e os ligamentos, colocadas sob tensão excessiva, podem-se inflamar, retrair ou mesmo romper.

No diagnóstico da artrose, são enfatizadas as queixas referidas pelo doente, com destaque para a localização, duração e características da dor, bem como também para o nível de amplitude articular. Se o exame clínico não for suficiente para estabelecer um diagnóstico, certos meios auxiliares de diagnóstico, como as radiografias e a TAC, podem revelar, alterações características da doença.

Clique aqui e saiba como é o tratamento para artrose da coluna.

Fonte: ITC Vertebral

Você está aqui: Home